Seja bem vindo ao Universo da Aposta

Home » O que que a de novo » Conheça a história do time de basquete Golden State Warriors

O que que a de novo

Betmais PEGAR MEU BÔNUS
PariMatch PEGAR MEU BÔNUS
22Bet PEGAR MEU BÔNUS
Betmaster PEGAR MEU BÔNUS

Conheça a história do time de basquete Golden State Warriors

O Golden State Warriors é um dos grandes times da NBA, que além de jogar muito oferece um verdadeiro espetáculo aos fãs de esporte. Com um entrosamento fora do normal, o time vem conquistando o coração dos torcedores brasileiros nos últimos anos.

E não é pra menos: Stephen Curry e Klay Thompson, dois dos grandes jogadores da liga, seguem atuando juntos há mais de 10 anos, sempre lutando por grandes conquistas.

Ao todo, o Golden State Warriors ganharam seis títulos da NBA em 11 finais disputadas. Em relação aos títulos na Conferência Oeste, foram 11 conquistas jogando pela divisão do Pacífico.

Pensando em ampliar o conhecimento dos torcedores sobre a história do time, apresentaremos no artigo de hoje alguns fatos históricos e curiosidades que marcam a trajetória da franquia do Golden State Warriors.

Está feito mais um convite para que você siga acompanhando um pouco mais sobre a história das grandes equipes da NBA. 

Vem com a gente!

Remontando as origens históricas dos Warriors  

A franquia do Golden State Warriors é uma das mais populares da NBA nesses últimos anos. Sua história começou em 1946, como Philadelphia Warriors. A mudança para a Califórnia ocorreu em 1962 e acarretou mais uma mudança de nome: San Francisco Warriors.

Finalmente, em 1971, a equipe começou a carregar o nome atual. 

A referência “Golden State” se refere ao ouro que marcou a conquista e fundação do oeste norte-americano. Os “Guerreiros do Estado Dourado” foram os primeiros campeões da NBA, em 1947, quando ainda eram o Philadelphia Warriors. 

Ao todo a franquia já disputou 11 finais de NBA e levantou o troféu em seis ocasiões (1947, 1956, 1975, 2015, 2017 e 2018), estando empatada em títulos com o Chicago Bulls, conduzidos por Michael Jordan nos anos 1990. Empatados em primeiro e segundo lugar estão o Los Angeles Lakers e o Boston Celtics, cada um dos times com 17 títulos da liga. 

Abrindo a porteira: o primeiro título do Philadelphia Warriors  

O primeiro ano da NBA foi muito diferente do que é hoje. 

A começar pelo nome: Basketball Association of America (BAA). O torneio contava com apenas 11 times – sendo que a maioria deles não existe mais. Os Warriors chegaram ao título ao derrotar a equipe do Chicago Stags por 4 a 1 na série decisiva e o grande craque da época era Joe Fulks.  

Para muitos estudiosos e especialistas, Fulks foi o primeiro atacante da história da liga a conseguir marcar grandes pontuações. E sua especialidade eram as bolas de três. Sua média por jogo era de 23,2 pontos na temporada de estreia e manteve ótimas taxas de aproveitamento nas temporadas seguintes, até o começo dos anos 1950.

Os primeiros recordes de pontos foram sendo estabelecidos por ele.

Na temporada seguinte os Warriors voltaram para a final, mas foram derrotados por 4 a 2 pelo Baltimore Bullets – franquia já extinta.

O segundo título só chegou em 1956, em uma final disputada com o Fort Wayne Pistons, atual Detroit Pistons. Naquela temporada, o time da Philadelphia era liderado por um trio infernal que fez muito sucesso naqueles anos: Paul Arizin, Tom Gola e Neil Johnston. 

Depois dessas duas conquistas, pode-se dizer que começou um período agridoce na história dos Warriors.  

A Era do “quase” com Wilt Chamberlain (1959-1965)

Existem certos tipos de jogadores que mudam o estilo de determinado esporte para sempre. São os pioneiros. Aqueles que criam tendências, que revolucionam estruturas. Poderíamos dar diversos exemplos. É, por exemplo, o que Pelé e Garrincha fizeram no futebol.

Ou o que Simone Biles realizou na ginástica. E Tiger Woods no tênis.

Dentro do basquete poderíamos pensar meia dúzia de nomes que alteraram a rota do esporte nos EUA e no mundo. E podemos pensar diferentes atletas para estarem nessa lista. Porém, se ela for minimamente séria, um dos nomes será Wilt Chamberlain. 

Nascido em agosto de 1936 em Los Angeles, Chamberlain jogava na posição de pivô. É dele alguns recortes impressionantes, nas categorias de pontuação, rebotes e durabilidade. Até hoje é o único jogador a marcar 100 pontos em um único jogo da NBA.

 E também o único que manteve médias de mais de 40 e 50 pontos em algumas temporadas. 

Quer mais?

Chamberlain é o único jogador da NBA com média de pelo menos 30 pontos e 20 rebotes por jogo em uma temporada – e ele fez isso sete vezes. E, por fim, é o único a manter uma média de pelo menos 30 pontos e 20 rebotes por jogo durante toda a sua longa carreira.

Por conta desses números impressionantes, Chamberlain foi escolhido em 1996 como um dos 50 maiores jogadores da história da NBA. 

O jogador certo! Mas a época… 

Embora tenha sido um jogador desse calibre, Chamberlain teve sua carreira marcada por uma série de derrotas nos playoffs. Muitas vezes, ele não conseguia carregar o piano nas costas sozinho.

Por isso, apesar dos números impressionantes, ganhou apenas dois títulos da NBA (um pelo Los Angeles Lakers e Philadelphia 76ers) e foi o MVP em quatro ocasiões.

Enquanto vestiu a camiseta dos Warriors – de 1959 a 1965 – o Boston Celtics ganhou todas as edições da liga. Chamberlain chegou à final em 1964, mas sozinho não conseguiu levar o time ao título. E do lado verde havia outro jogador que também criou novos paradigmas no basquete e se tornou o maior campeão da história da liga: Bill Russell.

Mesmo assim ele marcou época nos Warriors, onde conquistou seus maiores recordes individuais, tendo sua camiseta 13 aposentada. 

A Terceira conquista, em 1975

Em 1967 o time chegou mais uma vez às finais da liga, mas foram derrotados pelo Philadelphia 76ers – time liderado por Chamberlain, que tinha saído dos Warriors há duas temporadas.

De fato, os anos 1960 foram duros. Ao mesmo tempo que uma das maiores lendas da NBA vestia a camisa da equipe, a hegemonia dos Celtics não foi quebrada. 

O terceiro título só veio na década seguinte, em 1975, quando a franquia estava na Califórnia. Naquela temporada, o time varreu o Washington Bullets (atual Washington Wizards) por uma vitória de 4 a 0. Ainda hoje, essa é considerada uma das finais mais surpreendentes da história da NBA.

Pouca gente esperava isso do Golden State Warriors. 

Os grandes responsáveis por essa proeza foram os jogadores Rick Barry e Jamaal Wilkes. O primeiro foi selecionado oito vezes para o All-Star Game e cinco vezes para o time ideal da temporada da NBA.

Barry também teve sua camiseta 24 aposentada pela franquia. 

Interlúdio para a reconquista da glória 

Os anos seguintes não foram fáceis para o Golden State Warriors. O time campeão foi aos poucos sendo desmembrado e, mais uma vez, o cenário da NBA foi dominado por uma disputa particular na década de 1980: Larry Bird dos Celtics vs Magic Johnson dos Lakers.

Os dois times foram os grandes protagonistas dos anos 1980 dentro da NBA. Os Lakers ganharam cinco títulos na década, os Celtics três. Os outros dois times que conseguiram furar essa hegemonia foram o Philadelphia 76ers em 1983 e o Detroit Pistons em 1989.

E quando chegaram os anos 1990, a situação não melhorou. Essa foi a década de Michael Jordan e dos Chicago Bulls. Não tinha para ninguém. Foram três tripletes (1991-1993 e 1996-1998) conquistados na década. 

Apenas o Detroit Pistons (um dos times mais fortes fisicamente da história da NBA) conquistaram o bicampeonato em 1990, o Houston Rockets venceram em 1994 e 1995 na janela da primeira aposentadoria de Jordan e os Spurs levaram o último título da década, liderados por Tim Duncan.  

Os “Splash Brothers” – o melhor Golden State da história 

Foi uma travessia no deserto.

Depois de quarenta anos de espera, a torcida do Golden State reencontrou o caminho das conquistas. Essa estrada começou a ser pavimentada no Draft de 2009, quando Stephen Curry foi escolhido como sétima escolha geral para compor a equipe.

As primeiras temporadas de Curry foram de adaptação. Depois, porém, ele se tornou uma das principais estrelas da liga, principalmente pela sua capacidade absurda de acertar chutes de 3, quase de qualquer lugar da quadra.

Curry é tão absurdo que alguns membros da liga chegaram a cogitar mudanças nas regras do jogo, colocando a linha de três pontos mais longe – ou então criando um chute de quatro pontos.

Em 2016 Curry foi o primeiro MVP unânime da história da NBA. 

O grande parceiro de Stephen Curry foi Klay Thompson, selecionado como 11ª escolha no Draft de 2011. Ambos são especialistas em cestas de três pontos. Thompson é uma das principais referências dos Warriors e é frequentemente lembrado para o All-Star Game.

As três conquistas dos Warriors

Juntos, os jogadores levaram o time do Golden State a três conquistas:  2015, 2017 e 2018, superando o Cleveland Cavaliers em todas elas. 

Nessas conquistas o time já era treinado pelo comandante atual, Steve Kerr. O coach foi um grande jogador e foi peça fundamental no Bulls de Michael Jordan nos anos 1990. O Cleveland Cavaliers era liderado, nessas ocasiões, por LeBron James. 

E a rivalidade entre as equipes pegou fogo.

Foram 4 finais disputadas entre 2015 e 2018 – James e cia. ganharam apenas a final de 2016. 

Vale mencionar, ainda, que nas duas últimas conquistas, os Warriors ainda tinham no time outro grande craque da NBA, que foi o MVP das duas finais: Kevin Durant (que atualmente defende o Brooklyn Nets).

Com isso, o Golden State Warriors igualou o Chicago Bulls com seis títulos.

Em certo sentido, as conquistas recentes lavaram a alma da torcida e de grandes craques que defenderam a franquia em meio ao período de escassez de conquistas. Nomes como Chamberlain, Chris Mullin e Nate Thurmond fazem parte da história dourada dos Warriors. 

E as conquistas recentes não seriam possíveis sem eles.

A expectativa é que nas mãos de Curry e Thompson, que hoje são dois jogadores mais experientes, os Warriors consigam levantar mais alguns títulos nas próximas temporadas. 

Ambos estão na casa dos 30 anos, no auge da carreira.

Conclusão 

Falamos, no artigo de hoje, sobre a história do Golden State Warriors, desde a fundação do time até os dias atuais. O primeiro campeão, que passou 40 anos sem levantar um título da liga, figura hoje como uma das grandes equipes da história da franquia. 

E o sucesso, não veio por acaso.

Nós, do Universo da Aposta, esperamos que você tenha gostado do artigo de hoje. Fique por dentro do nosso blog. Regularmente, postamos textos sobre o mercado de apostas esportivas por lá e destrinchamos assuntos importantes que dizem respeito ao mundo dos esportes e dos e-games.

Para qualquer dúvida ou sugestão, entre em contato com a gente que ficaremos felizes em te ajudar! 

Betmais PEGAR MEU BÔNUS
PariMatch PEGAR MEU BÔNUS
22Bet PEGAR MEU BÔNUS
Betmaster PEGAR MEU BÔNUS

COMPARTILHE