Seja bem vindo ao Universo da Aposta

Home » Casas de Aposta » Conheça a história do time de basquete Dallas Mavericks

Casas de Aposta

Conheça a história do time de basquete Dallas Mavericks

O Dallas Mavericks é um clube de basquete da NBA pouco conhecido no Brasil, mas com uma história apaixonante. A inspiração para o nome e símbolos utilizados pelo clube vem da época da “Corrida do Ouro”, no século XIX.

Foi a a época em que os Estados Unidos empreenderam diversas expedições ao Oeste com o objetivo de aumentar o seu poderio político e econômico. 

Convidamos você a acompanhar a história dessa franquia. Um time com poucas conquistas na NBA, mas com grandes expectativas para o futuro, um dono engajado e milionário e uma torcida alucinada pelo time.

Tá feito o convite para você conhecer a história dos “cowboys” da franquia Dallas Mavericks!  

Remontando as origens históricas do Dallas Mavericks  

A franquia Dallas Mavericks é recente, sendo criada em 1980, pelos empresários Don Carter e Norm Sonju. Dallas é uma cidade do estado do Texas que, além dos Mavericks, abriga o FC Dallas na Major League Soccer, o Texas Rangers na Major League Baseball e o Dallas Cowboys na National Football League. 

A equipe disputa a Conferência Oeste da NBA e está localizada na Divisão Sudoeste, ao lado de Houston Rockets, Memphis Grizzlies, New Orleans Pelicans e San Antonio Spurs

Ao longo das primeiras dez temporadas, os Mavericks foram competitivos e conseguiram alguns resultados importantes. Isso se deve, principalmente, a atletas como Mark Aguirre, Rolando Blackman, Derek Harper, San Perkins e Brad Davis. Esse último é um dos jogadores mais importantes da história do time, tendo sua camisa de número 15 aposentada. 

Ao longo dos anos 1990 o time viveu uma grande crise. Foi uma década inteira sem disputar os playoffs. Além dos péssimos resultados em quadra, o time precisou lidar com um caso muito sério: Roy James Tarpley. O ala-pivô do time foi afastado pela NBA por uso de cocaína em 1991. 

Depois de passar pela Grécia, foi readmitido pela liga e voltou aos Mavericks em 1995. Pouco depois, porém, foi mais uma vez acusado de abuso de álcool e foi expulso de forma permanente. 

O caso teve grande visibilidade na mídia e chamou a atenção para a questão de como os clubes lidam com a questão das drogas. Roy, inclusive, processou a NBA alegando que o vício em drogas é uma doença.  

Construindo a identidade Maverick  

A inspiração do nome Mavericks foi uma série de faroeste com o mesmo nome, que fez muito sucesso nos Estados Unidos entre 1957 e 1962. Uma das estrelas do elenco era o ator Jason Garnes, que mais tarde veio a se tornar um dos sócios da franquia.   

O mais interessante é que foram os próprios fãs que escolheram o nome em uma votação. As outras opções eram: Dallas Express e Dallas Wranglers.  

Originalmente, o termo Maverick remete a Samuel Maverick, que era um grande proprietário de terras no Texas e foi um dos signatários da Declaração de Independência dos EUA em 1776.

Ele é lembrado pela história por um ato de rebeldia: Samuel teria se recusado a carimbar o seu gado, destacando sua independência enquanto produtor, levando sua criação a pastar sem rumo certo pelas intermináveis pradarias. 

Remetendo a esse tema da liberdade, os Mavericks mudaram o escudo algumas vezes ao longo de sua história sem deixar de remeter às origens.

A Era Dirk Nowitzki  

Não restam dúvidas no coração dos torcedores do Mavs que a história do clube mudou com a chegada do jogador alemão Dirk Nowitzki, um dos maiores jogadores da história da NBA. 

Dirk foi a nona escolha do Draft de 1998 do Milwaukee Bucks. Mas, logo em seguida, foi trocado com o Dallas Mavericks e ficou na equipe por mais de vinte anos. Ao longo de sua trajetória, ele se tornou o recordista de jogos, pontos, rebotes, tocos e cestas de 3 dentro do clube. 

Em 2007, Dirk Nowitzki foi o melhor MVP da NBA; teve 14 participações no All-Star Game da NBA; e em quatro temporadas frequentou a “equipe ideal” da liga. Sua carreira é brilhante. Para o comentarista Matheus Zucchetto, da ESPN Brasil, “não há dúvidas de que Dirk Nowitzki foi o maior estrangeiro a jogar na NBA”. 

Dirk é considerado um dos jogadores mais perigosos da história da liga, em virtude de sua polivalência, podendo marcar tanto dentro quanto fora do garrafão. Com 2 metros e 13 de altura, o golpe mais poderoso de Dirk era o “fadeaway”. 

Não o tradicional, mas o “one-leg fadeaway”, onde ele apoia-se em uma só perna no giro e levanta o joelho para se distanciar do marcador. Esse movimento, depois de Dirk, foi amplamente assimilado pelos outros atletas. 

Era uma jogada fatal. 

LeBron James, por exemplo, afirmou em certa ocasião que o movimento do craque do Mavs era o segundo golpe mais letal da NBA. À frente dele, na visão de LeBron, só o gancho de Kareem Abdul-Jabbar.   

A primeira final de NBA dos Mavs 

Além da chegada do craque Dirk Nowitzki em 1998, outra mudança importante aconteceu dois anos depois. O clube foi comprado pelo empresário Mark Cuban, que deu um novo gás à franquia no que diz respeito aos investimentos. 

Junto com Dirk, os Mavs também passaram a contar com dois craques que são muito importantes para a história do time: Michael Finley e Steve Nash. 

Juntos, os três conseguiram chegar às finais da Conferência Oeste em 2001 e 2003, sendo derrotados em ambas as ocasiões pelo San Antonio Spurs. Em 2006 os Mavericks tiveram a oportunidade de fazer a primeira final da liga, contra o time de Miami Heat. 

Os dois primeiros jogos, disputados em Dallas foram vencidos pelo time da casa, que abriu uma boa vantagem na grande final. O troco, porém, veio: o Miami Heat venceu os três jogos disputados em casa. 

O sexto e decisivo jogo foi disputado de novo em Dallas e o Heat ganhou pelo apertado placar de 95 a 92, com grande atuação de Dwyane Wade – eleito o MVP das finais. O jogador fez um grande jogo, marcando 36 pontos, pegando 10 rebotes e dando cinco assistências.

Dirk Nowitzki também jogou muito, mas não conseguiu levar o seu time ao título. 

Essa derrota foi muito sentida pelos Mavs, principalmente pela boa vantagem conquistada nos primeiros jogos. 

A conquista da glória eterna

Existem coisas, porém, que só o esporte pode proporcionar. Cinco anos depois da grande final, o Dallas Mavericks teve a oportunidade de se vingar. O time estava repleto de jogadores medalhões que nunca tinham conquistado um título. 

Além de Dirk, estavam na equipe jogadores como Shawn Marion, Jason Kidd, Peja Stojakovic e Jason Terry – que antes do início da temporada, havia tatuado um troféu da NBA na parte de dentro do bíceps. 

Na Conferência Oeste, os Mavs fizeram uma boa temporada: 57 vitórias e 25 derrotas, ficando com a terceira colocação (atrás apenas dos Spurs e dos Lakers). Depois de passar alguns apertos no começo dos playoffs, o time cresceu nas semifinais diante de Kobe Bryant e Pau Gasol, estrelas dos Lakers. 

No fim das contas, poucas pessoas esperavam que os Mavs fossem chegar às finais. 

Pelo lado do Miami Heat, por outro lado, a expectativa era grande: LeBron James tinha chegado para se juntar a Dwyane Wade e Chris Bosh. E o caminho para as finais, foi tranquilo. O time passou por cima dos 76ers, Celtics e dos Bulls. Todos os jogos vencidos por 4 a 1, sem perder nenhuma em casa. 

LeBron ainda não tinha sido campeão e estava querendo mostrar o seu valor, após a tumultuada saída do Cleveland Cavaliers.

“Ser o Dallas Mavericks de 2011!” 

A grande final foi um confronto equilibrado e o primeiro jogo foi dramático para os Mavs. Dirk e companhia conseguiram manter durante boa parte do jogo uma vantagem administrável de 8 pontos. No meio do 3° quarto, porém, os Heat – comandados por LeBron – fizeram impressionantes 22-0 e tomaram a liderança. 

Para piorar, Nowitzki machucou o dedo nos minutos finais de jogo e precisou colocar uma proteção. Ao final do jogo, os Mavs foram derrotados por 92 a 84.

No segundo jogo, Dirk Nowitzki foi decisivo: a trinta segundos para o fim do jogo, quando os times estavam empatados, o alemão mandou para as redes uma bola de três linda. Mas o Miami ainda conseguiu empatar, também com uma bola de três de Mario Chalmers. 

O estádio pulsava. A tensão estava ao máximo. 

O lance final, para muitos, é uma das cenas mais lindas da história da NBA. Faltando pouco menos de 4 segundos para o fim, Dirk Nowitzki recebeu a bola na linha de três, girou por cima do marcador e fez uma bandeja linda com a mão machucada. A partida terminou em 95 a 93. 

O lance foi esse:

O terceiro jogo também foi muito equilibrado e o Miami venceu por 88 a 86, indo embora com a vantagem de 2 a 1. O quarto jogo, vitória dos Mavs com mais uma atuação decisiva de Dirk que jogou mesmo doente, com 38 graus de febre. 

Os jogos 5 e 6, por incrível que pareça, foram mais tranquilos para os Mavs que conseguiram duas vitórias confortáveis, sagrando-se campeões da NBA pela primeira vez na história. 

E foi assim que surgiu a expressão “ser o Dallas Mavericks de 2011”.

Luka Dončić: o nome da esperança

Depois do título dos Mavericks, veio uma grande ressaca: as temporadas seguintes foram irregulares e o time não conseguiu repetir as grandes exibições. As coisas começaram a mudar em 2018, quando o time conseguiu a contratação do esloveno Luka Dončić.

Para o treinador Rick Carlisle, Luka Dončić era um jogador que poderia se tornar uma peça fundamental para a franquia. Em sua primeira temporada, o jogador venceu a categoria revelação. 

No mesmo ano, também, Dirk Nowitzki anunciou a sua aposentadoria. Foram, ao todo, 21 anos jogando pelos Mavs: nenhum jogador jogou por tanto tempo em um mesmo clube. 

Depois de algumas reformulações na temporada 2019 e 2020, os Mavs buscam se reerguer, agora sob o comando técnico de Jason Kidd, um dos jogadores que conquistou o título de 2011.

Conclusão 

Hoje conhecemos um pouco da história do Dallas Mavericks, time que tem um título histórico da Liga conquistado em 2011. O time tem como ídolo um dos maiores jogadores estrangeiros da história da NBA, Dirk Nowitzki. 

Nós, do Universo da Aposta, esperamos que você tenha gostado do artigo de hoje. Fique por dentro do nosso blog. Regularmente, postamos textos sobre o mercado de apostas esportivas por lá e destrinchamos assuntos importantes que dizem respeito ao mundo dos esportes e dos e-games. 

Para qualquer dúvida ou sugestão, entre em contato com a gente que ficaremos felizes em te ajudar! 

COMPARTILHE