Seja bem vindo ao Universo da Aposta

Home » Estratégias de aposta » Como analisar o time mandante nas apostas de futebol

Estratégias de aposta

Como analisar o time mandante nas apostas de futebol

Existem alguns tipos de análises que podem ser feitas por um apostador para que ele consiga melhorar seus resultados em suas apostas de futebol. Isso acontece devido ao fato de que existem alguns elementos que podem afetar diretamente o resultado das partidas de futebol, afetando assim também as probabilidade de determinados tipos de apostas nesse cenário. 

Neste artigo falaremos mais sobre um desses pontos de influência que é as mudanças entre time mandante e time visitante nos estádios de futebol, já que fica claro nas estatísticas de rendimento e resultado dos times que ser mandante em uma partida pode trazer algumas boas vantagens para a equipe, influenciando diretamente nos resultados positivos que ela terá. 

Para te ajudar a entender como é possível afirmar que há uma relação entre resultados das partidas e a questão do time ser mandante ou visitante, podemos citar uma análise feita entre as ligas de melhor qualidade da Europa.

A estatística demonstrada foi que os resultados das equipes que possuíam o mandato de campo tiveram a taxa de 60% do aproveitamento dos resultados, contra 40% das partidas em que eram visitantes.

Essa análise comprovou que em qualquer ano em que essa taxa foi calculada, os resultados se mantêm com essa média entre mandante e visitante, de maneira a pensar que os mandantes da casa estão sempre a obter sempre os melhores resultados. É claro que é importante entender a fundo quais são os fatores que levam a essa vantagem dentro de campo.

Exemplo

Um bom exemplo que indica um caso contrário às vantagens dos times que jogam em casa é o caso do que aconteceu no Campeonato Brasileiro na edição de 2017.

Um dos times da primeira divisão, o Esporte Clube Vitória, o time mais antigo do Espírito Santo, durante grande parte dos jogos, fez uma campanha excelente como visitante, ou seja, jogando em estádios em outros lugares que não fossem no Espírito Santo, sendo o segundo melhor, estando atrás somente do Corinthians, time de São Paulo, que obteve os melhores resultados fora de casa no ano de 2017. 

Entretanto, o que impressiona na participação do Vitória nesta competição é o fato de que, apesar de ter sido o segundo melhor fora de casa, foi o time que fez as piores partidas como mandante em todo o Brasileiro. 

Mesmo esse caso sendo um exemplo um pouco exagerado e controverso do que costuma realmente acontecer, que é uma diferença entre os resultados dos times sendo mandantes ou visitantes, fica claro que esse é um aspecto que deve ser analisado antes das partidas e de se fazer as apostas, uma vez que existe uma tendência dos clubes a obterem resultados melhores em alguma das duas situações, sendo mandantes ou visitantes. 

É por esse motivo que, como sugestão, diremos para que você, como apostador, tenha sempre em mãos suas anotações sobre o desempenho das equipes em que você costuma apostar para que faça seus investimentos nas probabilidades corretas, que são tidas a partir desses resultados anteriores.

O que analisar para se fazer boas apostas de futebol

Dentro da concepção de análise dos mandantes de campo como elemento crucial para se fazer apostas de futebol coerentes, existem diversos aspectos que devem ser observados e levados em consideração para que se entenda quais são as probabilidades corretas dos resultados. 

Para te ajudar a fazer uma boa análise dos times em que você investe para saber qual é a forma correta de apostar neles e nas apostas de futebol em geral, apresentaremos a você alguns pontos cruciais que influenciam diretamente nos resultados como mandante e como visitante.

1- Torcida

Para qualquer um que já esteja familiarizado com as partidas de futebol, sabe que a presença de uma torcida é fundamental e é capaz de influenciar muito nos resultados dos jogos.

Alguns costumam dizer que as torcidas ocupam o lugar de 12° jogador nos times, que são capazes de puxar o time para frente e fazer com que o adversário se sinta muito mais pressionado a jogar, tendo assim mais dificuldades de ganhar. 

Esse fator da torcida está relacionado a questão de mandante/visitante, que é tema central deste texto, pois os times mandantes possuem o direito de receber uma parcela bem maior da torcida nos campos do que o time visitante.

Mesmo se isso não fosse uma regra oficial das partidas, essa maior presença da torcida mandante ainda seria observada pela questão do deslocamento, já que são poucos os torcedores dispostos a fazerem viagens para acompanhar o time jogar campeonatos comuns e de menor valor em outros estados. 

Essa realidade é diferente se falamos de competições maiores, como a Copa do Mundo de Futebol ou as Olimpíadas, que costumam atrair os torcedores para outros países para acompanhar a conquista de prêmios tão importantes. 

De um jeito ou de outro, é mais do que claro que a participação das torcidas no momento dos jogos e até mesmo antes de entrar em campo é crucial para a confiança ou amedrontamento dos times.

Um fenômeno interessante que é bem comum no Brasil e que revela essa participação pública no desenvolvimento da partida é a recepção feita pelos torcedores aos jogadores, que costumam chegar juntos em ônibus oficiais do time.

Nas torcidas apaixonadas é feita uma grande aglomeração na entrada dos estádios e tem até queima de fogos e, claramente esse apoio faz toda diferença para que a equipe entre em campo confiante.

2- Deslocamento e região

Inicialmente, pensar no deslocamento e na região como um elemento influenciador dos resultados parece bobagem, mas já está mais do que certo de que esta relação existe. Vamos pensar em uma situação imaginária específica.

Em um jogo de classificação para a Copa América, o time da seleção brasileira terá que enfrentar a seleção do Equador, na capital do país, Quito.

Para realizar essa partida, os jogadores brasileiros terão de enfrentar horas de viagem, de fuso horário e o pior de tudo, as consequências do ar rarefeito da cidade, que possui uma altitude de quase 3.000 metros.

Enquanto os equatorianos, somente se preparam para a partida, fazendo treinamentos comuns, a equipe brasileira tem um trabalho e tanto para tentar se recuperar de todos esses aspectos que interferem diretamente no rendimento dos jogadores.

Mesmo que alguns jogadores já estejam acostumados com esses tipos de mudanças, não podemos deixar de levar esses fatores em consideração ao estudar a partida para fazer as apostas de futebol.

Nesse caso, a vantagem de ser o mandante de campo afeta o resultado na medida em que a equipe tem somente que receber o adversário e não tem de lidar com qualquer outro aspecto que possa mexer com a performance dos jogadores. 

3- Qualidade das equipes

Por mais apaixonados que possamos ser pelos nossos times de coração, dentro das apostas devemos deixar isso de lado para conseguirmos analisar com racionalidade os possíveis resultados de uma partida, de maneira a realizar apostas de futebol da forma mais coerente.

Pensando nisso, sabemos que nem sempre o time para o qual torcemos é aquele que será o melhor em campo. 

Entretanto, pensando no sentido de mandante da casa, é possível analisar, observando grandes times que jogam com times de menor qualidade, é que o fator casa se torna determinante no auxílio da vitória do menor time. É claro que, se a discrepância entre as duas equipes for muito grande, a chance de vitória, mesmo que em casa, diminui bastante.

Mas o que vemos na maioria das vezes é uma mudança nas probabilidades quando esse tipo de partida acontece na casa da equipe com qualidade inferior, sendo assim, se torna um bom elemento para se analisar ao se fazer as apostas de futebol. Nesse sentido, pense sempre que quanto menor o time mais determinante é ele ser o mandante da partida.

4- Arbitragem

Você já se perguntou o motivo porque, na maioria dos jogos de mais importância em um campeonato, o árbitro não costuma ser da mesma região que são as equipes que irão jogar? Por ser um profissional, um árbitro tenta ser o mais imparcial possível em uma partida.

Entretanto, se um time souber que esse árbitro já torceu para o time adversário ou é da mesma cidade representada por este, pode ser que isso afete psicologicamente os jogadores, ao entender que pode haver o mínimo que for de parcialidade na arbitragem, mesmo que isso acabe não acontecendo.

Além da mesma região, podemos dizer que esse medo de uma parcialidade do árbitro pode surgir também caso haja uma diferença muito grande no que chamamos de ‘peso na camisa’ entre os times. Isso quer dizer que a maneira como o árbitro irá fazer seu trabalho pode ser afetada quando um time grande no cenário futebolístico enfrenta um pequeno.

De fato é algo bem ruim e injusto, mas não podemos descartar a possibilidade de acontecer nem de que os jogadores do time menor sejam afetados por essa possibilidade. 

Esse assunto é bastante polêmico pelo fato de colocar na parede a profissão de alguém, mas como em qualquer outra, existem pessoas que não cumprem com o seu cargo da maneira como deveriam e isso, sem dúvidas, afeta todo o resto da realidade na qual esse profissional está inserido. 

Conclusão

Ao serem apresentados todos esses elementos, podemos concluir que, mesmo que as estatísticas apontem que os times mandantes apresentem sempre melhores resultados, é preciso que, antes de se fazer apostas de futebol, se analise com cuidado e detalhe todos os pontos que podem influenciar nas probabilidades de resultados dentro das apostas. 

Existem outros pontos, que não estão relacionados com o mandato de campo, que geralmente são analisados para entender como se fazem as apostas de futebol. Eles são fundamentais para que os resultados nas apostas sejam cada vez melhores.

No nosso blog você tem acesso ao artigo que discute mais sobre esses outros elementos de análise, mas também sobre uma grande diversidade de temas dentro do mundo das apostas esportivas.

Para aprimorar suas apostas acesse nossa página e fique por dentro disso e muito mais! Desejamos a você sempre boas apostas!

COMPARTILHE