Seja bem vindo ao Universo da Aposta

Home » Estratégias de aposta » Aprenda a qualificar os seus palpites nas apostas em futebol

Estratégias de aposta

Betmais PEGAR MEU BÔNUS
PariMatch PEGAR MEU BÔNUS
22Bet PEGAR MEU BÔNUS
Betmaster PEGAR MEU BÔNUS

Aprenda a qualificar os seus palpites nas apostas em futebol

Bons apostadores sabem que os palpites nas apostas em futebol é um assunto sério. Tão sério que merece ser tratado mais com as contas da matemática do que com as paixões do coração. 

Uma das dicas mais importantes que todo apostador deve levar consigo é que as emoções devem ficar de fora na hora de apostar

O torcedor torce. O apostador aposta.

Hoje falaremos sobre a importância dos palpites nas apostas no futebol. Daremos dicas preciosas para você realizar suas próprias análises e qualificar seus palpites para os jogos e também mostraremos a importância de consultar os prognósticos realizados por especialistas. 

Fique por dentro em mais um artigo produzido pela equipe de redação do blog do Universo da Aposta. 

A importância dos palpites nas apostas em futebol

Quando entramos no universo das apostas em futebol, uma das primeiras coisas com o qual nos deparamos é a questão dos palpites nas apostas. Esse tópico é extremamente relevante para definir que tipo de apostador você será: o que quer se divertir ou o que pretende ter ganhos mais consistentes.

Se você é um apostador do primeiro tipo, talvez o papel dos palpites nas apostas em futebol seja menos relevante. Mas se você aposta com o objetivo de ter ganhos a médio e longo prazo, eles devem ser levados a sério. 

Não existe fórmula mágica para realizar um bom palpite. Tampouco existem garantias de que os resultados se confirmarão. Afinal, se fosse assim, qual seria a emoção de apostar? 

Se os palpites fossem uma matemática exata, talvez o Leicester City não tivesse se tornado o campeão inglês na temporada 2015/2016. Talvez os mais antigos se lembram do Wolfsburg ganhando o campeonato alemão na temporada de 2008/2009 batendo o todo poderoso Bayern de Munique. 

E o que falar da seleção da Grécia, uma zebra absoluta que ganhou a Eurocopa de 2004? 

Esses são apenas alguns exemplos que não nos deixam esquecer o que o futebol é capaz de nos proporcionar. Mas eles não deixam de ser fatos extraordinários.

E é aqui que eu queria chegar. 

Embora não existam garantias, quando você realiza bons prognósticos eles podem ser capazes de te ajudar a qualificar os seus palpites e aumentar consideravelmente suas chances de ganho. 

Que tal aprender a fazer isso? 

Aprendendo a analisar os jogos e qualificar palpites

Para poder dar bons palpites em futebol é necessário, antes de mais nada, aprender a realizar os seus próprios prognósticos. O que são eles? Bom, de forma resumida, um prognóstico é um esforço de análise de dados e informações com o objetivo de tentar prever o resultado de determinado confronto. 

Existem pessoas que trabalham para isso – falaremos mais adiante. Mas você pode realizar suas próprias análises seguindo o passo a passo que preparamos para você abaixo: 

1. Qual campeonato está sendo disputado? 

Esse é o primeiro fator a ser analisado. E isso é importante porque existe uma hierarquia entre as competições e os times costumam privilegiar umas em detrimento de outras.

E se levarmos em conta o caso particular do futebol brasileiro, o calendário sempre é algo que interfere no planejamento dos clubes.

A tendência que podemos observar nos últimos anos, por aqui, é que os clubes privilegiam as competições eliminatórias (como a Copa Libertadores e a Copa do Brasil), uma vez que o Brasileirão dura praticamente o ano todo.

Nem sempre isso dá certo para os clubes, mas ainda assim é um comportamento que conseguimos observar com frequência. 

Só para dar um exemplo, o Atlhetico Paranaense, na atual temporada, venceu a Copa Sul-Americana, foi finalista da Copa do Brasil e quase foi rebaixado no Campeonato Brasileiro.

2. Como as equipes têm se portado nos últimos jogos?

Ao longo da temporada é natural que os times apresentem oscilações importantes de desempenho. E isso acontece devido a muitos fatores. Seja como for, o mais importante é estar atento ao momento vivido pelas equipes antes do confronto. Uma forma boa de ter essa informação é analisando as estatísticas dos confrontos anteriores.

O time joga mais com a bola? Joga sem a bola? Quantos chutes a gol são dados por jogo? E qual a média de gols sofridos? Como a equipe se porta jogando dentro e fora de casa? 

Naturalmente, os números frios são importantes, mas se puder assistir ao máximo de jogos possíveis das competições que você costuma apostar, melhor ainda. 

3. O fator mando de campo

Esse tópico costuma ser decisivo quando estamos diante da maior parte dos confrontos. Alguns times jogam muito bem em casa e são quase imbatíveis em seus domínios. Foi o caso, por exemplo, do Flamengo de Jorge Jesus em 2019 e do Atlético Mineiro na atual temporada. Outros times, como o Santos e o Palmeiras, também são conhecidos por jogarem muito bem dentro de casa. 

Por outro lado, uma pesquisa muito interessante realizada pela pesquisa Lance! (se quiser conferir, basta clicar aqui) mostrou que até 2018, o melhor visitante venceu 73% das edições do campeonato brasileiro por pontos corridos. E o Fluminense de 2012 foi o campeão mais “indigesto” para receber até aqui, com o incrível aproveitamento de 68,40% jogando fora de seus domínios. 

Ou seja: o fator mando de campo tem que ser sempre analisado em perspectiva. Times com boas chances de serem campeões arrancam bons resultados dentro e fora de casa. 

4. O que os noticiários esportivos andam dizendo?

Essa dica é secundária em relação às outras, mas não deixa de ter importância. Como você pode ter percebido até aqui, quanto mais bem informado você estiver, maiores são as suas chances de acertar seus palpites. E é nesse sentido que é importante acompanhar o noticiário esportivo dos clubes e torneios em que deseja apostar.

Mas é importante tomar cuidado: afinal de contas, muitas dessas notícias são enviesadas por análises subjetivas. Saiba filtrar as informações que chegam até você.

5. Contexto dos times (lesões, suspensões, preservação de atletas, cartões)

Cada time chega a determinado confronto de uma forma. Às vezes alguns atletas estão fora por contusão, por cartão ou até mesmo por opção técnica. Por isso, saber o contexto dos times é importante antes dos jogos.

Um exemplo interessante para pensarmos a esse respeito é o Flamengo da atual temporada, que foi atormentado por lesões que deixaram grandes nomes de fora durante boa parte dos torneios.

O Flamengo mostrou que o time jogando com Arrascaeta e Bruno Henrique é uma coisa. Sem os dois atletas é outra coisa. E muito inferior. Imagina você embasar seus palpites depositando esperança em jogadores que não podem atuar? 

É um erro de principiante que você deve ter o cuidado de não cometer. 

Por isso é muito importante analisar o contexto dos times antes dos confrontos para poder qualificar seus palpites.  

6. Qual o retrospecto entre as equipes?

Esse é outro dado que devemos sempre ter em mãos. Existem freguesias que são clássicas dentro do futebol brasileiro. Pergunte ao torcedor do Atlético se ele gosta de enfrentar o Botafogo. Ou o torcedor do Villa Nova se ele gosta de enfrentar o Goiás.

Ou ainda se o botafoguense costuma estar confiante quando enfrenta o Vasco. 

Pois é. 

Os exemplos que dei acima são de algumas freguesias históricas. E é óbvio que isso interfere no contexto das partidas, sendo um fator psicológico relevante. Essa informação deve sempre ser levada em conta, principalmente de forma associada a outros dados levantados previamente. 

Não faça do retrospecto entre os clubes algo muito maior do que eles são. Mas também você não deve desconsiderá-los. Encontrar esse equilíbrio é importante.

7. Como será o deslocamento e quais os fatores climáticos para a partida?

Já que estamos no Brasil, vale ressaltar que um país de dimensões continentais tem a particularidade dos grandes deslocamentos. Times do sul jogando no nordeste e vice-versa é o exemplo mais claro do tamanho do desgaste que os atletas devem enfrentar. 

Jogar um fim de semana em Salvador e na quarta em Porto Alegre é algo a ser levado em conta, concorda?

Então esteja atento ao tempo de recuperação, ao desgaste das partidas e a como os clubes planejam utilizar os seus jogadores em situações tão adversas.

8. Qual o peso da partida?

Cada jogo é um jogo e os jogos têm pesos diferentes. Seja pela competição, pela situação dos times ou por outros fatores. Então, nesse sentido, vale a pena ter em mente o que o jogo representa para as equipes e com qual força elas estão dispostas a entrar em campo. 

Jogos de mata-mata com ida e volta, por exemplo, costumam ser muito acirrados e os times se comportam de formas diferentes jogando em casa e fora de casa. E entre uma partida e outra, a tendência é poupar alguns jogadores nas competições classificatórias. 

Esteja atento a essas sutilezas.

9. E a média de gols marcados e sofridos?

Para finalizar, levar em conta a média de gols marcados e sofridos por ambos os times é essencial. Mas para isso você deve fazer um corte e selecionar um número limitado de partidas, para que você não se perca em análises muito alongadas.

Selecione os últimos cinco ou seis jogos e observe como o time tem atuado no sentido de fazer gols. Essa análise costuma ser influenciada decisivamente pelo fator mando de casa. 

Utilizando os prognósticos de especialistas 

Agora que você já sabe como realizar bons palpites para poder apostar em futebol, chegou a hora de destacar a importância de consultar os prognósticos dos especialistas. 

Por mais que você seja um torcedor bem informado é importante ter essa referência, pois o olhar do especialista está atento para certos detalhes que às vezes podem passar despercebidos pelos que não são. 

Existem diversas variáveis para serem consideradas na hora de dar um palpite sobre determinado confronto e ter mais de uma perspectiva sobre os jogos é algo que não devemos abdicar. 

Os palpites dos especialistas em futebol podem te ajudar a enxergar essa vasta gama de fatores que podem interferir diretamente em sua análise da partida. E repito: não se trata de desconsiderar o seu próprio conhecimento e sensibilidade. 

Mas sim de ver as coisas sob diferentes ângulos.

Os prognósticos do Universo da Aposta

E é nesse ponto que eu queria deixar uma sugestão valiosa para você. O Universo da Aposta tem uma sessão inteiramente dedicada aos prognósticos em futebol e outros esportes. 

Às vésperas dos confrontos, disponibilizamos análises completas das partidas mais importantes da rodada, dando dicas baseadas em probabilidades.

Nossos prognósticos procuram trazer informações sobre a situação dos times; o retrospecto no campeonato; o retrospecto dos confrontos; dados das últimas partidas; jogadores em destaque e muitas outras coisas. 

Por isso, antes de fechar seus palpites, não deixe de clicar aqui e conferir o que preparamos para você.

Conclusão 

No artigo de hoje falamos sobre a importância dos palpites nas apostas em futebol. Um bom apostador deve saber, a um só tempo, realizar suas próprias análises e interpretar/incorporar as análises realizadas pelos especialistas.

Dessa forma, esperamos que tenha conseguido perceber a importância de qualificar seus palpites tendo em vista ganhos consistentes a médio e longo prazo.  

Nós, do Universo da Aposta, esperamos que você tenha gostado do artigo de hoje. Fique por dentro do nosso blog. Regularmente, postamos textos sobre o mercado de apostas esportivas por lá e destrinchamos assuntos importantes que dizem respeito ao mundo dos esportes e dos e-games. 

Para qualquer dúvida ou sugestão, entre em contato com a gente que ficaremos felizes em te ajudar! E não deixe de seguir nossa página do Instagram, basta clicar aqui

Betmais PEGAR MEU BÔNUS
PariMatch PEGAR MEU BÔNUS
22Bet PEGAR MEU BÔNUS
Betmaster PEGAR MEU BÔNUS

COMPARTILHE